terça-feira, 14 de outubro de 2008

Berlengas

Não segui nenhum dos conselhos da wednesday… Salvo o de descobrir este canto do mundo, rodeado de água por todos os lados…

Sentado no caminho da praia ao Forte, perto do Farol, considero estar num dos melhores sítios… Avisto os dois lados da ilha, a Berlenga e a Ilha Velha. Partes da mesma ilha separada pela erosão marítima.
A minha viagem à ilha realizou-se fora da época balnear e sem percalços, pois o mar encontrava-se calmo… Para além de minha pessoa, não havia mais turistas… As famosas gaivotas, fora da época de nidificação, permanecem calmas, conservam as suas energias e mantêm-se em terra, silenciosas…
Os únicos sons: o murmúrio do oceano e a fuga de uma ou outra lagartixa…

Estou no coração de uma reserva natural, lugar de várias espécies de animais e plantas… Mas, sou um leigo nestes assuntos, e na verdade, a maior parte da fauna e flora encontra-se fora do alcance do visitante que deve respeitar os trilhos…
A admiração, vai para as inúmeras grutas espalhadas pelo granito róseo da ilha, para as águas tranquilas e transparentes, repletas de vida…

1 comentário:

Fatima disse...

Já estive duas vezes neste canto do Mundo. É absolutamente fantástico!É pena a viagem ser tão difícil.....